Translate

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

FICHÁRIO [Dissertação] O Protestantismo na Capital de São Paulo: A Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras.

Propriedade adquirida em 1950 onde na década de 60 foi construído
o templo da IPJO
http://historiologiaprotestante.blogspot.com.br/  
Resumo
A presente dissertação analisa a implantação do protestantismo na capital paulista, através de um de seus ramos o presbiterianismo. O estudo tem como foco central o estabelecimento da Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras, onde através da pesquisa bibliográfica e documental, enfoca-se o presbiterianismo e sua atuação na cidade de São Paulo. O protestantismo estabelece-se no Brasil de forma ainda incipiente no final do século dezenove através dos primeiros missionários que aqui chegaram com o propósito de estabelecerem suas diversas ramificações geradas pelo movimento reformador do século dezesseis. Um conjunto de fatores econômicos, sociais e judiciais facilitou muito para que a mensagem evangélica protestante encontrasse boa aceitação entre os brasileiros, principalmente entre a elite liberal advinda do regime republicano. Na virada para o século vinte a Cidade de São Paulo assume um papel predominante na condução do desenvolvimento e diretrizes políticas do país e o protestantismo com sua mensagem progressista sobe nesta locomotiva e aproveita de forma positiva as oportunidades que lhe são disponibilizadas e estabelece comunidades fortes na capital e aos arredores. Mas o presbiterianismo compartilha do mesmo sintoma divisionista de seus pares reformados e logo experimenta suas primeiras cisões internas. Em 1903 ocorre a primeira grande divisão, dando origem a duas denominações: a Igreja Presbiteriana do Brasil e a Igreja Presbiteriana Independente. Poucos anos depois, esta segunda denominação experimenta duas divisões simultâneas: a Igreja Presbiteriana Conservadora e a Igreja Cristã de São Paulo (1942). A Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras também é resultado de um processo divisório na história eclesiástica da Igreja Presbiteriana Unida de São Paulo. No transcorre desta pesquisa há um esforço para expor as razões e motivações que contribuíram para a formação de mais uma igreja presbiteriana no centro da cidade e seus esforços para se estabelecer. Destaca-se a pessoa carismática do Rev. José Borges dos Santos Jr. que iniciou, conduziu e concluiu este processo separatista.


Palavras-chaveProtestantismo, Presbiterianos, Ruptura, Conservador, Liberal, Progressista, Rev. José Borges dos Santos Jr., Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras.

GUEDES, Ivan P. O Protestantismo na capital de São Paulo: A Igreja Presbiteriana Jardim das Oliveiras. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião). São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2013. [Orientador: Prof. Dr. João Baptista Borges Pereira].
http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/2431


FICHÁRIO [Dissertação 001] - http://historiologiaprotestante.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário