Translate

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

FICHÁRIO [Dissertação] Origem da Igreja Cristã de São Paulo e a contribuição de alguns de seus membros para a formação da FFLCH/USP

Rev. Othoniel Motta
Implantado no Brasil em 1859, com a chegada de A.G. Simonton, o Presbiterianismo, na sua histórica trajetória, passou por embates internos que não o fizeram soçobrar. Em 1903, um primeiro Cisma fez surgir a Igreja Presbiteriana Independente do Brasil, que saía da Igreja Presbiteriana do Brasil (Igreja Cristã Presbiteriana). No final da década de 30 do século passado, um novo conflito, de ordem  teológica, abalou a vida da IPB. Desta feita, seu objeto e seus debates se centravam na doutrina das "Penas Eternas", que desembocaria, em fevereiro de 1942, em uma nova ruptura. No grupo de membros que agora deixava a IPIB havia duas facções; uma conservadora outra modernista ou liberal. Estes se organizaram a Igreja Cristã de São Paulo, de membresia intelectualizada;  aqueles formaram a Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil, naturalmente de cunho ortodoxo. Esta dissertação, após estudar estes fatos, também trata da contribuição de alguns membros da ICSP à educação e cultura, especialmente como professores da Universidade de São Paulo.






Palavras-chave: História; História da Igreja; Presbiterianismo; Intelectualismo; Confessionalismo; Penas Eternas; Liberalismo Teológico; Fundamentalismo Teológico; educação; Influência; Liberdade de Religião.






COSTA, Flávio Antônio Alves da. Origem da Igreja Cristã de São Paulo e a contribuição de alguns de seus membros para a formação da FFLCH/USP - uma expressão de liberdade religiosa. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião). São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2007. [Orientador: Prof. Dr. João Baptista Borges Pereira].


FICHÁRIO [Dissertação 004]

Nenhum comentário:

Postar um comentário